Você tem um cachorro e mora ou pretende morar aqui em New Brunswick? Saiba que você precisa fazer a licença dele! 

A licença expira sempre no dia 31 de dezembro as 11:59pm e precisa ser renovada. A licença nada mais é do que uma taxa que você paga pra receber uma tag/plaquinha e essa plaquinha deve ser colocada na coleira do seu amiguinho. Veja 5 motivos pelos os quais você precisa fazer a licença do seu dog! 

1- Primeiro porque é fácil. A licença pode ser adquirida de forma online no site da Moncton SPCA e enviada para você. Ela também pode ser adquirida pessoalmente na sede da SPCA, na Prefeitura (City Hall), ou em algum PetShop de Moncton.
2- É barato. Uma plaquinha custa apenas CAD$ 10 para um cão castrado. Se o seu cão não é castrado, o custo da tag aumenta para CAD$ 20. Se o seu cachorro tem menos de 4 meses não precisa ter a licença.
3- É a lei. A norma H-202 da cidade de Moncton exige que qualquer cão que viva dentro dos limites da cidade use uma tag do ano corrente. A multa pelo não uso da tag/licença varia entre CAD $140 a $640. 
4- Ela ajuda animais perdidos a serem encontrados. Cada tag possui um número de referência específico do animal. Se seu doguinho fugir e for resgatado pelo Controle de Animais ou por alguém que o leve para o abrigo, ele poderá ser identificado e devolvido para você rapidamente. (Isso é muito legal!)
5- Auxilia o abrigo local! O dinheiro arrecadado com a venda das licenças vai todo para a Moncton SPCA, que é o abrigo local daqui. Essa verba é utilizada para a manutenção do abrigo, para encontrar famílias adotivas e também na devolução de cachorrinhos para os seus donos caso se percam. 

Uma novidade que eu vi no site da província é que agora dá pra comprar licença para mais de um ano! 
1 ano de licença custa $10
2 anos de licença custa $25
3 anos de licença custa $35

Ainda não testei assim, por enquanto eu tenho comprado so a anual mesmo, mas vou testar pros anos seguintes! 🙂
Então é isso, espero que o post tenha sido útil pra vocês! 

Até a próxima! 

Nayran


Aqui no Canadá são muito comuns as walk-in clinics. Quando você tem um problema que não seja tão grande, como, por exemplo, uma dor de garganta, você pode procurar uma dessas clínicas para ser atendido. Vale lembrar que apesar de o nome dizer walk-in você deve ligar antes e agendar, pois, se você somente chegar, corre o risco de não ser atendido. Você também pode optar por ir a um dos dois hospitais que existem na cidade, no entanto, vale ressaltar que muitas vezes a espera para ver um médico pode chegar à 12h seguidas. O atendimento no hospital não é por ordem de chegada e sim por ordem de prioridade, então mesmo que você esteja com criança e o estado dela não for grave, ela vai ficar esperando todos os casos piores passarem na frente. Infelizmente digo isso com toda propriedade, pois eu já esperei exatamente 12 horas pra ser atendida e um pouco antes de mim uma mãe com sua criança foi atendida, e ela ja estava lá quando eu cheguei (12 horas numa sala de espera, dá pra você saber quase a vida da pessoa inteira, acredite hehe).

Se você é cidadão, residente, estudante ou está com visto de trabalho você pode ser atendido de forma gratuita por todas as clínicas, ou pelo hospital, basta apresentar o cartão do Medicare (seguro). Mas, caso você esteja somente passeando (com visto de turismo) e precise de atendimento, eles vão te atender sim, mas não de forma gratuita. Prepare-se para gastar alguns vários dólares, pois não será barato! Dica: faça um seguro saúde antes de viajar!

Segue abaixo a lista de TODAS as walk-in clínicas que existem na grande Moncton:

After Hours Medical Clinic - Moncton North
1633 Mountain Road (Lounsbury Centre)
Moncton, NB
Three clinics during the day up until 9pm
Phones open at 9am
Call (506) 854-2273 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Clinique Dr Louis Bourque
1116 Mountain Road (Jean Coutu)
Moncton, NB
Monday to Friday, 2 pm - 8 pm
Weekends and Holidays, 12 pm - 4 pm
Call (506) 855-1125 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Clinique Providence
202 - 565 Elmwood Drive
Moncton, NB
Monday to Friday, 6 pm-full
Weekends and Holidays, 12 pm-full
Call (506) 383-4331 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Main Street Family Medical Clinic
165 Main Street (Superstore Mall)
Moncton, NB
Monday to Friday, phone lines open at 9 am
Weekends phone lines open at 12 pm and Holidays vary
Call (506) 854-8805 to book a same-day appointment.


Mountain Road After Hours Clinic
1789 Mountain Road North (Jean Coutu)
Moncton, NB
Monday to Thursday, 1 pm-4 pm; 6 pm-9 pm
Friday, Weekends, and Holidays, 1 pm-4pm
Call (506) 388-9355 up to one hour before opening to book a same-day appointment.
Walk-ins are also accepted.


Trinity Medical Clinic
89 Trinity Drive
Moncton, NB
Monday to Thursday, 1 pm-4 pm; 6 pm-9 pm
Friday, Weekends, 1 pm-4 pm  Holidays, closed if Supper Store is closed
Call (506) 854-0133 up to one hour before opening to book a same-day appointment.

  
Clinique Après Heures Champlain
123 Champlain Street
Dieppe, NB
Monday to Friday, 6 pm-9 pm
Weekends and Holidays, 1 pm-4 pm
Call (506) 383-7709 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Clinique Dépannage du Marais
185 Acadie Avenue
Dieppe, NB
Monday to Thursday, 1 pm-4 pm; 5:30 pm-8 pm
Friday, Weekends, and Holidays, 1 pm-4 pm
(506) 384-1110 call will be taken at 12:30


Riverview After Hours Clinic
500 Coverdale Road (Shoppers Drug Mart)
Riverview, NB
Monday to Friday, 6 pm-8 pm
Weekends and Holidays, 1 pm-3 pm
Call (506) 387-7778 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Causeway Medical Clinic
438 Coverdale Road (Jean Coutu)
Riverview, NB
Monday to Thursday, 4 pm- 7 pm
Friday, 3 pm – 5 pm
Weekends, 10 am – 1 pm
(506) 384-2100

Centre Medical Regional Shediac
419 Main Street
Shediac, NB
Monday to Friday, 8:30 am-8:30 pm
Weekends and Holidays, 8:30 am -12:30 pm
(506) 533-2700


Clinique après-heure de Shediac
336 Main Street (Jean Coutu)
Shediac, NB
Monday to Friday, takes calls from 5 pm

Weekends calls from 12 pm - Closed Holidays                                     
Call (506) 351-2200 up to one hour before opening to book a same-day appointment.


Até a próxima!

Todo ano em Moncton acontece a Santa Claus Parade. Essa foi a 53º edição desse desfile que reúne aproximadamente 100.000 pessoas incluindo quem assiste e quem participa.

Ano passado não fomos, pois, estava muito frio (temperatura negativa) e nevando, mas esse ano a neve resolveu demorar um pouco mais, sendo assim nos decidimos participar. Foi muito bacana de ver todo mundo organizado, crianças, adultos e idosos de um lado e de outro da rua esperando o início, não teve muvuca, não teve empurra-empurra, nem muito menos barulho, eu mal ouvia alguém falando. Eu particularmente estava com (mega) frio e me perguntava como as crianças estavam aguentando, mas elas estavam la plenissimas todas agasalhadas e sentadinhas só na espera.

São mais de 67 atracões, e elas vão acontecendo em ordem decrescente ate chegar o papai noel que e o último a passar. Outra coisa surpreendente pra mim, foi que assim que o papai Noel passou eu olhei pro lado e não vi mais ninguém, todo mundo foi embora num piscar de olhos e sem barulho, eu não percebi absolutamente nada. Se você mora aqui e não foi ainda, programe-se para o ano que vem, mas enquanto isso basta clicar aqui embaixo e assistir o video que eu fiz mostrando esse lindo desfile! 

Ate o próximo post! 


Nayran Mendes



Desde que chegamos aqui em Moncton, eu tenho recebido muitas perguntas sobre esse tema. Perguntas como “10 dias de Airbnb é tempo suficiente para encontrar um apartamento?” “Foi fácil de achar?” “Apartamento pet-friendly é comum aí?” “Qual valor que vocês estão pagando?” Pensando nisso, resolvi escrever esse post para ajudar quem está pensando em vir pra cá.

Para começar eu preciso ser honesta em dizer que achar o nosso apartamento não foi uma tarefa fácil. Isso porque estamos com um cachorro e quase todos os apartamento que a gente olhava, mesmo dizendo que aceitava cachorro no anúncio, quando a gente ligava, eles falavam que não aceitava. Quando não era isso, o apartamento tinha sido alugado naquele dia, ou no dia anterior, enfim... complicado.

No início, estávamos bem tranquilos, olhando as fotos, escolhendo detalhes, esse não, esse sim... então ligávamos para todos os selecionados “SIM” e sempre ouvíamos “NÃO” (porque já tinha sido alugado, ou porque apesar de está escrito que aceitava cachorro, a gente ligava e eles falavam que não). Então paramos de “escolher” e passamos a ligar em qualquer apartamento, contando que tivesse teto estava ótimo. Nisso conseguimos agendar alguns para visitar.

Experiência nas visitas

Uma das primeiras visitas que fizemos, ou melhor, que não fizemos, foi por uma grande imobiliária aqui da cidade. Estávamos na hora e lugar marcado, mas o corretor não. Ligamos para ele e obtivemos essa resposta: “A visita foi cancelada, pois o apartamento foi alugado hoje.” Oi? Será que a gente estava mesmo no Canadá, ou no Brasil? Enfim, falta de respeito total, ele cancelou, mas não nos avisou! 

As demais visitas aconteceram normalmente, nós vimos alguns apartamentos, uns mais ou menos, uns bem menos do que mais, teve um que a gente gostou muito do tamanho dele, mas tinha carpete, outro que era bacana, mas era um pouco longe e o último que vimos foi o mais nos convenceu. Ele é novo, bem localizado, tem um tamanho bacana, resumindo a gente foi com a cara dele, mais do que os outros. Então alugamos. 

Encontrando o 'apê' ideal

Durante as nossas visitas, a maioria das vezes íamos de ônibus ou mesmo a pé, por ser perto de onde estávamos e digo para você que isso foi excelente! Isso nos permitia passar pelas ruas e ver de perto placas de “aluga-se” e na mesma hora a gente já ia ligando pra verificar a disponibilidade. Outra coisa é que cada placa tem o nome da imobiliária, então a gente já anotava e entrava no site pra ver as demais propriedades para aluguel. 

Tudo isso porque quando chega na cidade, você não tem ideia do nome das imobiliárias que existem no lugar, você não sabe onde pesquisar, o Google não mostra todas e não tem nenhum blog com uma lista das imobiliárias. Então se puder sair andando e anotando tudo, você pode encontrar muita coisa, fora aquelas placas que são dos proprietários mesmo, e que se você não tivesse andando, não iria achar em nenhum site. Inclusive teve um que a gente ligou, falou que estava na porta, então já entramos na mesma hora para ver, com isso você otimiza tempo. 

Cachorro, gato e crianças. Sim! Crianças.

Se você vier com qualquer um dos três, você provavelmente terá algum tipo de dificuldade para encontrar um apê, principalmente se você vai chegar muito perto do início das aulas, pois os lugares começam logo a serem alugados e vai sobrando poucos.

Em minhas pesquisas, tentando achar um apê que fosse pet-friendly, eu me deparei muito com alguns que na descrição falava: "Cat-friendly. Sorry, no dogs". E também alguns que diziam: "adults only" , ou seja, não aceitavam crianças!!! (Achei interessante citar, pois pelo menos no Brasil, eu nunca vi isso. Se tiver eu, Nayran, desconheço).

Então, em resumo, a maioria que dos que nós ligávamos achando que era pet-friendly, na verdade era cat-friendly, ou nem isso, apenas alguém escreveu errado e pronto.

Não quero desanimar ninguém, eu estou contando o que NÓS passamos!! Pode ter sido a época? Não sei! Pode ser que nem sempre seja assim? Não sei! Mas estejam preparados, venham com folga de tempo, pesquisem com calma que vai achar, assim como nós achamos! Visitamos 4 apartamentos, todos aceitavam cachorro, de ter tem, só tem que saber qual é o seu gosto, e quanto tempo você dispõe para pesquisar mais e mais até achar um do seu agrado. Beleza?! 

Listinha de imobiliárias em New Brunswick (Moncton)

Esse vai ser o meu presente para os que pretendem vir para cá. Eu particularmente procurei e não achei nenhuma lista com sites de apartamentos, adoraria ter achado. Então vou deixar aqui pelo menos alguns sites que nós usamos, sei que devem ter mais, mas esses foram os que a gente olhou, ok?!

- Killam 
- Mitula 
- Seville 
- Chfr 
- Kijiji (é como se fosse um OLX e tem muito anúncio também)
- Marketplace Facebook (também é um classificado e dá pra achar apê por lá)

Se você esta vindo e precisa de um quarto temporário, entre em contato comigo que eu tenho o lugar ideal pra você, bem localizado e pertinho da NBCC.

Preço do aluguel, utilidades e seguro

O preço do aluguel é relativo, assim como no Brasil, depende da localização, do que existe por perto, se tem rota de ônibus, se tem as utilidades incluídas (água, luz, aquecimento). Às vezes você acha um de CAD$ 500, mas não tem nada incluso e acha outro de CAD$ 900 com tudo incluso, vai do que você acha melhor. Entre nos links dos sites acima e dê uma olhada nos preços! 😉

Sempre veja o que tem incluso, geralmente a cozinha já vem com geladeira, fogão, armários, alguns possuem lava-louças e até micro-ondas. Quanto às utilidades geralmente vem com água + aquecimento e a luz fica por sua conta, mas você também pode encontrar com tudo incluso ou nada incluso. Esteja atento à esses detalhes. 

Vale ressaltar também que é necessário pagar o depósito e o primeiro aluguel tudo junto no momento de fechar o contrato. Além disso existe um seguro, que é obrigatório, o nosso custa CAD$ 25 por mês, alguns podem ser mais, outros menos, pergunte!

Se você não tem ideia de localização, no site geralmente tem o endereço de cada apartamento, copie e cole o endereço no Google maps e coloque uma referência, por exemplo, a faculdade que você quer estudar, e veja a quanto tempo a pé, ou carro ou de ônibus fica (o Google mostra tudo isso). Se você prefere morar perto do supermercado X ou Y, então trace a rota do supermercado até o endereço do apê desejado e veja qual distância que ele fica. É bem simples!

Espero que o post tenha sido útil para você que pensa em alugar um apartamento em breve aqui no Canadá. 

Até a próxima!

O post de hoje é para contar a nossa experiência ao abrir uma conta no Canadá.

 A escolha do banco

Antes de mais nada, você precisa saber que existem vários bancos no Canadá, cada um com a sua particularidade. Então eu aconselho que você entre nos sites de cada um deles e veja cuidadosamente o que cada um oferece, quais são as taxas que existem e qual a melhor opção para os recém-chegados, pois TODOS, oferecem opções para quem acaba de chegar no país, resta saber qual é a melhor opção que se encaixa para você. No site do CIC também tem uma ferramenta muito bacana, onde você vai preenchendo de acordo com o seu perfil e ele te fornece uma lista de banco de acordo com o que você busca.

Os principais bancos no Canadá são: TD Canada Trust, CIBC, Bank of Montreal, RBC - Royal Bank e Scotiabank.

Nós, particularmente optamos pelo CIBC, isso porque gostamos de dois pontos: 1- Isenção de taxa no primeiro ano. 2- Cartão de crédito do jeito que a gente queria.

É importante lembrar que a gente já tinha definido o nosso banco desde que saímos do Brasil. Já tínhamos pesquisado tudo, tanto que no terceiro dia estando no Canadá, a gente já foi até o CIBC.

Processo de abertura da conta

No primeiro dia que chegamos não deu para fazer nada, a não ser dormir, no segundo a gente fez as nossas contas de telefone celular e no terceiro dia, nós já fomos ao banco para abertura da conta corrente.

Apesar de já ter ouvido falar que precisava agendar um horário, a gente foi na cara e coragem mesmo, mas chegando lá realmente só poderíamos abrir a conta se fosse com a gerente e com horário marcado. A outra opção seria voltar para casa e fazer tudo de forma on-line e voltar na agência para pegar o cartão. Sendo assim, nós optamos pela segunda opção, fizemos tudo de forma on-line e depois voltamos para receber os cartões.

Para o recebimento do cartão de débito foi necessário apresentar:

- 2 Documentos de identificação: Passaporte e Co-PR (se você não vem com PR basta apresentar o seu study permit ou work permit);
- SIN Number;
- Número de telefone canadense;
- Endereço canadense (pode ser do hotel ou airbnb (que foi nosso caso) depois você pode alterar para o permanente.

Resultado de imagem para advantage debit card cibcDepois de tudo isso apresentado, a atendente do banco nos entregou os cartões de débito da conta corrente. Sim, simples assim! Fiquei impressionada também, pois o cartão não é igual ao do Brasil que vem com seu nome e número da conta. Vem com uma sequência de números como se fosse a “referência” do cartão, você apenas assina atrás dele, cadastra uma senha, PIN, internet banking no celular e pronto é seu!

Cartão de crédito

E aí veio a pergunta clássica: E quanto aos cartões de crédito? Infelizmente o cartão que nós queríamos só a gerente era capaz de fornecer, pois o cartão que estava disponível naquela hora era um outro mais simples. Sendo assim, agendamos um horário para dois dias depois na esperança de conseguir esse cartão.

Dois dias depois voltamos ao banco e fomos muito bem atendidos por uma japa bem simpática. Explicamos que já tínhamos aberto as nossas contas e queríamos o cartão Visa Gold Adventure, pois vimos que ele era bem legal pelo fato de a cada 1 dólar gasto equivaler a 1 milha, fora isso ele também dava 15 mil pontos de bônus para cada um.

E para nossa alegria o cartão foi aprovadíssimo!!!!!! Yeahhh! Nada como uma boa conversa, não é mesmo? E olha que conversamos bastante, adorei o atendimento, ela perguntou do nosso processo, de como foi a escolha de vir pra Moncton, o que estávamos achando, achou o máximo que a gente escolheu Moncton para viver e nós também achamos o máximo isso da parte dela.

Quanto ao nosso limite, ele nem se compara ao que tínhamos no Brasil, mas se parar pra pensar ele está ótimo para quem acabou de chegar e não tem crédito na praça, não tem emprego, não tem nada. Nosso limite é maior que mil dólares para cada um e sinceramente achamos que nem isso íamos conseguir!

Depois de assinar tudo, ela nos informou que o cartão tinha sido solicitado em modo expresso e que ia chegar o mais rápido possível, a gente só não imaginava que em 24h o banco ia ligar avisando que o cartão já estava disponível para retirada. Fantastic!

E é isso, foi bem simples, prático e espero que você tenha gostado do post e entendido como fazer todo esse procedimento. Eu fiz um vídeo sobre esse assunto para o canal, então se ficou alguma dúvida assiste o vídeo clicando aqui. (Aproveita e inscreva-se no canal, ajuda a Nay, please!!!) 

E se você tem alguma dica de como é o seu banco, se você conseguiu um limite maravilhoso e bem melhor que o nosso, avisa aí pra gente! :D

Até a próxima!!

Não sei se já mencionei antes, mas nós temos uma filha de quatro patas, Milly, uma lhasa apso. Ela tem três anos e desde cedo foi acostumada a viajar de avião, ela sempre se comportou muito bem, não late, não estranha ninguém, segura xixi e cocô (certa vez segurou por 24h) e além disso, faz o maior sucesso no aeroporto, todos querem falar com ela, quando menos esperamos tem uma criança segurando as orelhas dela (risos)! 

Quando soubemos que estava tudo ok com a nossa documentação, o próximo passo foi comprar as passagens aéreas e consequentemente a passagem da Milly. Então ligamos na Air Canada e resolvemos pegar um voo um pouco mais caro porém mais curto (15h de duração) por conta dela. Para que o animal vá na cabine ele precisa pesar juntamente com a casinha o total de 10kg, a taxa a ser paga é de 100 dólares. Caso o animal ultrapasse 10kg ele precisa ir no compartimento de carga, como bagagem despachada e o valor vai para 270 dólares. Para saber mais detalhes, inclusive o tamanho da bolsa, restrições entre outras informações clique aqui.

Documentos necessários para embarque Brasil x Canadá

Assim que você comprar as passagens eu aconselho ligar o mais rápido possível na VIGIAGRO, pois só eles que podem emitir o CZI (Certificado Zoossanitário Internacional), que é o documento que o seu pet vai precisar para embarcar. 

Eu passei uns 3 dias ligando na Vigiagro, em três números diferentes e ninguém atendia, quando finalmente atenderam eu até fiquei sem reação, pois já tinha perdido as esperanças que iam atender, caso não atendessem, eu precisaria ir ao aeroporto apenas para agendar um horário, pois eles só atendem com hora marcada. Então liguem o mais cedo possível, pois se deixar para cima da hora é capaz de não ter mais vaga. 

Para emissão do CZI você precisará de um atestado de saúde assinado pelo médico veterinário em no máximo 10 dias antes da viagem e também da carteira de vacinação do seu pet (não adianta tentar fazer com muito tempo de antecedência, no máximo 10 dias antes da viagem). Nós utilizamos o modelo do atestado de saúde disponível no próprio site da Vigiagro, para visualizar clique aqui.
Para entrar no Canadá o pet não precisa de microchip, quarentena, sorologia nem de tatuagem.
  • Ponto extra: 
Em minhas pesquisas, vi que no site Canadian Food Inspection Agency pede que você apresente assim que chega no Canadá um Rabies Vaccination Certificate, que nada mais é do que um certificado de que o seu pet possui a vacina anti-rábica, contendo a data de validade da imunização e dados do seu pet. Apesar de tudo isso já está descrito no CZI eu preferi fazer o certificado e levar para o veterinário assinar. E ainda bem que levamos esse documento, pois além do CZI, claro, esse certificado foi a segunda e última coisa que pediram. Caso você queira o modelo que eu usei, é só clicar aqui

Experiência Vigiagro Guarulhos: 

Chegamos com alguns minutos de antecedência e fomos logo atendidos, entregamos o atestado de saúde feito pelo veterinário e a carteirinha de vacinação do pet juntamente com as xerox de tudo (o pet não precisa ir no dia). Em seguida nos direcionaram para um computador, onde deveríamos preencher o formulário de requerimento do solicitação de CZI (foi feito on-line o preenchimento). O formulário perguntava quem era o importador e o exportador, dados do animal, o número do voo e também o endereço de destino no Canadá, nesse caso, passamos o endereço do Airbnb. Em seguida nos entregaram um papel com o protocolo de atendimento para ser apresentado no dia de entrega, pois o documento não fica pronto no mesmo dia. O prazo que deram foi de 4 dias corridos, podendo também ser retirado no dia da viagem, mas nós optamos pela primeira opção pois achamos que no dia da viagem seria muito arriscado pela questão "tempo"
Só pra garantir nós fomos apenas após 5 dias, chegando lá foi bem rápido o atendimento, apenas entregamos o protocolo e recebemos o CZI. 

    Experiência de voo e chegada no Canadá:

    Como já esperávamos ela não deu nenhum trabalho, foi tranquila, não sedamos, nem demos nenhum tipo de remédio pra ela. O voo era noturno, ela foi dormindo e no meio da madrugada colocamos ela no colo com cobertor em cima (sem que ninguém visse). A Milly  segurou as necessidades por 22h (contando desde a última vez que fez antes de sairmos de casa). 

    Após desembarcar, passamos pela alfândega, onde nos perguntaram que tipo de comida estávamos trazendo (levamos apenas um pacote de snacks para ela, e tínhamos declarado isso no formulário que entregam dentro do avião). Em seguida fomos em direção a imigração, depois pegamos as malas e nos direcionaram para o local onde foi feita a inspeção dos documentos do pet. Nesse momento foi solicitado apenas o CZI, Certificado de Raiva e o pagamento taxa de importação no valor de CAD$ 35 (cada pet adicional custa CAD$ 5). 
    Foi tudo muito tranquilo e rápido, nenhuma complicação, nem observação e todos adoraram a Milly. :) 
      • Bolsa da Milly
      A bolsa que compramos foi da marca Sherpa tamanho Médio. Ela já tinha uma bolsa que usávamos para viagens dentro do Brasil, mas era minúscula e como a Air Canada permite um tamanho maior do que as companhias aéreas brasileiras, optamos por comprar uma nova para que ela ficasse mais confortável.

      • Ração 
      Pesquisei sobre a possibilidade de trazer 1kg de ração para os primeiros dias, mas encontrei contradições, alguns falavam que podia trazer, outros que não podia trazer. Sendo assim, optei por não trazer, pois se eles jogassem fora, seria dinheiro perdido e 1kg "desperdiçado" na minha mala, que já servia para trazer outro objeto (todo kg é precioso).

      Ainda no Brasil eu verifiquei que perto do aeroporto de Moncton tem um pet shop chamado Pet Valu e que passaríamos por ele. Então pedimos que o taxista fizesse uma breve parada, entramos e pegamos 1kg de ração (Royal Canin) que custou CAD$ 20,00.   

      E você já viajou com seu pet para o Canadá? Se tiver alguma dica é só deixar aqui nos comentários!

      Inscreva-se no nosso canal do Youtube e acompanhe nossa vida no Canadá.

      Até a próxima! = ) 

      Estamos indo bem ali realizar um grande sonho!

      Finalmente chegou o grande dia! Foram tantos dias sonhando com isso, tantas noites pensando em como seria quando esse dia chegasse... Eu e ele sempre sonhamos em morar fora do país desde que éramos pequenos, até que um dia, buscando uma forma de realizar esse sonho, a gente se conheceu.  

      Não foi fácil chegar até aqui, não é simples passar por um processo de imigração para residência permanente, mas Deus nos concedeu essa oportunidade. Ser imigrante não é chique, não deve ser nada fácil, estaremos longe de tudo e de todos. Vamos recomeçar a vida praticamente do zero, estamos saindo da nossa zona de conforto, não temos ninguém lá, a saudade vai bater... mas essa foi uma escolha nossa! Foi isso que desejamos, construir a nossa vida em um lugar tranquilo, com qualidade de vida, segurança e honestidade, coisa que no Brasil está cada dia mais difícil.

      O Brasil sempre estará em nosso coração, afinal as pessoas que amamos estão aqui, mas o Canadá foi o país que escolhemos para chamar de nosso (e olha que pesquisamos outros países, mas nenhum conseguiu nos encantar tanto) e o melhor é saber que ele também nos escolheu, nos selecionou, nos deu oportunidade de participar do seu rigoroso processo e finalmente nos aprovou!

      Em breve pisaremos em terras canadenses e seremos oficialmente residentes canadenses. Você tem ideia do que vai ser isso? Eu também não, mas estou ansiosa para saber! Até breve!

      Essas últimas três semanas foram muito intensas e mal consegui passar aqui para compartilhar com vocês as novidades! (os posts devem demorar um pouco mais nesses dias até que nos estabeleçamos, tenham paciência, please!)

      A primeira delas é que o nosso passaporte chegou! Estávamos muito apreensivos quanto à isso pois como o envio seria pelos Correios estávamos com medo que ele não chegasse ou extraviasse. Isso porque, tudo aconteceu naquele período da greve dos caminhoneiros, que parou o país e que não tinha mais gasolina em alguns lugares... e um dia ao assistirmos o Jornal Nacional coincidiu de mostrarem exatamente os carros dos Correios, parados no pátio, sem gasolina para as entregas. Ficamos muito apreensivos, mas no fim deu tudo certo, recebemos os passaportes em 12 dias corridos!

      Passaporte, visto e CO-PR 

      Quando abri o envelope ele continha os dois passaportes + vistos e CO-PR. O visto vem colado em uma das folhas dos passaporte, como qualquer outro visto, o detalhe é que ele não tem foto (eu achei que tivesse). Esse é um visto de entrada única, além disso, ele tem data de validade, ou seja você tem uma data limite para entrar no Canadá e fazer o landing. Depois disso, você só poderá entrar e sair do país normalmente quando receber o PR card.

      Junto com o visto veio uma folha, chamada de CO-PR (Confirmation of Permanent Residence) que veio presa por um clip dentro do passaporte. Nessa folha consta todas as informações pessoais, uma foto sua colada e mais uma foto anexada junto ao clip, que acreditamos que seja para entregar no momento do landing para o PR Card ou algo do tipo.

      Passagem comprada e data da partida 

      Partiremos na metade do mês de Julho!!! Foi tudo muito rápido! Dia 28/05 recebemos os passaportes e em menos de 2 meses partiremos, pois as passagens já estão devidamente compradas! (Yeahhh!!) 

      Mas porque tudo tão rápido? Deu tempo vender tudo e arrumar as malas? Sim!!! Vendemos todos os móveis e principais utensílios domésticos bem rápido e as poucas coisas que sobraram (potinhos de cozinha, coisinhas pequenas e algumas roupas) fizemos um bazar no prédio para vender baratinho e o que não saiu no bazar nós doamos. Tudo isso em apenas 3 semanas!! (Vendedora MASTER!!) 😆

      Poderíamos ter feito as coisas com mais calma, mas nós dois ainda precisávamos nos despedir das nossas famílias, que não moram na mesma cidade em que nós moramos. Além disso, o nosso "plano ideal" sempre foi chegar no verão canadense, pois assim teríamos tempo para nos adaptarmos à temperatura. Já imaginou chegar muito próximo do inverno? #TENSO

      Como a data de partida estava bem em cima e por ser julho (alta temporada/verão) as passagens não foram muito baratas, fora isso a gente optou por pagar um pouco mais caro e pegar um voo mais curto.

      Nômades e aguardando o embarque

      Nossa viagem é só na metade de julho, mas desde 19 de junho que "ficamos sem casa", só viajando para casa dos familiares e tudo que temos está em 5 malas. É uma experiência bem estranha lembrar que não existe mais o "lá em casa", que não voltaremos mais para onde sempre vivemos, e detalhe: que não sabemos onde iremos morar (no airbnb, por enquanto 😊). É uma experiência esquisita, confesso, mas estamos muito felizes!

      Continuem torcendo por nós! 

      Até a próxima!! = )